Ronald liderou o Brasília na vitória sobre Franca com um duplo-duplo (Brito Júnior/Divulgação)

O Uniceub/BRB/Brasília manteve sua invencibilidade na Liga de Desenvolvimento de Basquete (LDB) ao superar o Vivo/Franca, neste domingo, por 59 a 54. Com a vitória, os brasilienses garantiram a primeira colocação do Grupo B da competição, que é organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB) em parceria com o Ministério do Esporte.


Mais uma vez, a dupla formada por Ronald e Isaac se destacou pela equipe de Brasília. O ala/pivô teve um duplo-duplo de 15 pontos e 16 rebotes e o ala foi o cestinha do confronto com 18 pontos, mesma pontuação do armador do Franca, Jefferson Socas.

“O time entrou bem concentrado e marcamos muito forte o jogo inteiro. A equipe está de parabéns, pois fechar o ano com uma vitória dessa e a liderança do grupo é bom demais”, afirmou Ronald.
Com uma intensidade absurda, Brasília e Franca iniciaram a partida. O time da casa estava mais focado no primeiro quarto e conseguiu abrir 15 a 10 no placar. Liderados pela dupla Ronald e Issac, os brasilienses continuaram segurando a dianteira do jogo e fecharam o segundo período vencendo por 28 a 19.

Os francanos voltaram para o terceiro quarto mais atentos na defesa, mas no ataque, a bola não estava caindo. Bom para Brasília, que chegou a abrir 16 pontos de vantagem (39 a 23) no período. O time visitante lutou até o final para buscar a virada, que ficou bem perto, quando no último minuto, a vantagem caiu para três pontos (57 a 54). Mas o dia era do Brasília, que segurou a vitória.


No primeiro confronto do dia, o Palmeiras venceu o Tijuca/Rio de Janeiro, por 85 a 81, na prorrogação. O time alviverde chegou a sua segunda vitória na LDB e ficou com a terceira colocação do Grupo B.

O Palmeiras ficou com a terceira colocação no Grupo B (Bruno Spada/LNB)
O armador do Palmeiras, Arthur Pecos, foi o grande destaque da partida, com um duplo-duplo de 24 pontos e 10 rebotes. Açém dele, os alas Scaglia, com 23 pontos, e Jordan Burger, com 15 pontos e 10 rebotes, também se destacaram pelo time paulista. 
O armador do Tijuca, Pitico, com 26 pontos, foi o principal pontuador do jogo.“Não conseguimos a classificação, mas a equipe evoluiu muita na competição.  Fizemos bons jogos com adversários difíceis e essa vitória como essa valeu muito para fechar o ano”, comemorou Pecos.

Apesar de não terem mais chances de classificação, as duas equipes entraram em quadra querendo voltar para casa com uma vitória e a terceira colocação no Grupo B. O jogo foi pegado do começo ao fim, mas no primeiro quarto foi o Palmeiras que fechou na liderança, com bom desempenho do ala Jordan Burger, 40 a 35.

No segundo tempo, o Tijuca voltou com uma outra postura. Vibrando a cada lance, os cariocas conseguiram virar o placar no terceiro quarto (57 a 51) e colocaram 10 pontos de vantagem no último (66 a 56). O Palmeiras não desistiu e foi buscar o jogo, que ficou emocionante. Faltando três segundos para o final, o time do RJ liderava, por 74 a 73, e o pivô da equipe paulista, Wesley, tinha dois lances livres. O jogador acertou um dos arremessos e levou a partida para a prorrogação (74 a 74)

No tempo extra, o Palmeiras cresceu e o armador Arthur Pecos, com sete pontos no período, comandou o time paulista à vitória.